Grandes Episódios: Angel Beats! Episódio 5

(Este texto pode conter spoilers do anime de Angel Beats!, sua leitura é de conta e risco)

Se você é um assíduo espectador de animes em geral, provavelmente você já se deparou com episódios que te marcaram profundamente. Minha ideia com esta série de textos, é tentar lembrar de alguns dos episódios mais marcantes da animação japonesa, sejam eles da minha experiência como audiente ou das experiências de muitos que acompanharam tais séries. Contudo, o contexto é verificar apenas a qualidade do episódio, e não da série como um todo. Por isso, trouxe para o primeiro texto um episódio de Angel Beats! que apesar de ser uma série extremamente irregular, que tem fim em um clímax em que o roteirista praticamente grita “CHORE! POR FAVOR”, ainda sim, esta série nos agraciou com um episódio tão fantástico quanto foi este quinto.

O universo da escola onde os personagens de Angel Beats! vivem tem um série de mistérios, o principal deles é o porquê de todos aquele personagens estarem presos neste universo. Ao fim da série, descobrimos que a escola é uma segunda chance de “curtir a juventude” para pessoas que morreram sem poder desfrutar da mocidade sem transtornos.

Isto posto, o ponto a alto da série não está em criar dramas para cada personagem, que na resolução, levaram os personagens a cumprir seus arcos e consequentemente sair do universo, até porque é impossível realizar isto tendo em vista a quantidade de personagens criados e o carisma que muitos têm. O ponto alto está em observar estes personagens “curtirem a juventude”, ao passo que também prosseguem com as perguntas que este universo ainda não respondeu. Este episódio faz exatamente isso, com comédia na medida, animação dos tempos mágicos da P.A Works e roteiro.

Neste episódio, temos como trama principal a Guild comandada por Yurippe tentando derrubar Angel do seu posto de Presidente do Conselho Estudantil, fazendo com que ela tire notas baixas trocando as respostas de suas provas. Para isso, é feita uma missão com alguns personagens que tem o intuito de distrair Angel enquanto trocam suas provas. Contudo, não sabemos o nome de Angel, e quando Otonashi pergunta seu nome e ela responde com a maior tranquilidade (Tachibana Kanade), percebemos que talvez Angel não fosse a vilã que é pintada desde o primeiro episódio.

A partir disso, o episódio se torna um show de comédia tornando o episódio famoso por isso, retratado nos momentos em que descobrimos que Takamatsu não é só um nerd de óculos e sim um fisiculturista e as sequências da propulsão na cadeira de Hinata, com direito a replay em câmera lenta. Outro momento que constrói o personagem de Angel, e quando Ooyama tenta chamar sua atenção à chamando para sair, e ela aceita.

A missão é completa quando Angel é destituída do seu cargo, e consequentemente a Guild fica livre para realizar uma revolução na escola, com a Operação Tornado. Então, é realizado um show da banda GirlDeMo relembrando o legado da personagem Iwasawa que já completou sua missão, com uma música composta por ela.

O show é extremamente bem animado, mostrando a vibração da multidão com cenas bem legais das meninas tocando, mas o ponto alto está na letra da música, que é uma transposição de como Tachibana (Angel) tem vivido a sua vida naquele universo e como Otonashi percebeu quem realmente ela é. O próprio nome da música mostra isso, Thousand Enemies retrata a quantidade de inimigos que Tachibana tinha, já que era vista como vilã pela Guild inteira.

Vivendo com suas atitudes por tanto tempo,

Há uma coisa que aprendi

Você tem fingido, lutado tão duro

Um coração nítido

Todos têm um, uma vez que eles percebem

Você também tem um.

Desta forma, Otonashi e Yurippe percebem que Tachibana não é nada mais que uma humana como eles, tentando aproveitar seus dias de juventude. Ela nunca foi um NPC criado por Deus para colocar ordem naquele universo, como cogitavam.

A cena que retrata melhor isso, e quando Tachibana entra no salão do show não para impedir o prosseguimento do concerto, mas apenas para comprar sua comida favorita, pois estava triste por não ser mais a Presidente. A partir disso, toda a estrutura da série muda, não temos mais um vilão e sim mais um personagem para conhecermos e vivenciarmos sua experiência de juventude, assistindo ela completar sua missão naquele universo.

Facebook Comentário

Deixe uma resposta

%d bloggers like this: